Qual a Origem da Pedra das Estrelas Chamada Moldavita ou Moldavite?

 

Há aproximadamente 15 milhões de anos, um meteorito colidiu com a terra na zona hoje conhecida por República Checa. Os teóricos científicos têm várias opiniões sobre as hipóteses da origem da moldavita, alguns afirmam que a moldavita é uma pedra terrestre derretida pelo calor de um choque meteórico, enquanto outros sugerem que a moldavita é o produto de uma fusão de material meteórico com rocha terrestre, tendo ambos sido vaporizados pelo intenso calor do impacto da explosão, onde o gás resultante acabou por ser expelido para a parte superior da atmosfera. Este material gasoso teria depois arrefecido, condensando-se num gás líquido que se projetou sobre a cratera e as áreas circundantes. Independentemente da hipótese correta, sabe-se factualmente que a moldavita caiu do céu, dada a forma aerodinâmica de determinadas partes, e praticamente todos os cientistas associam-na à colisão meteórica que formou o maciço da Boémia e as montanhas circundantes.

 

 

O evento que deu origem à moldavita resultou de um impacto extremamente forte. O calor foi suficientemente elevado para vaporizar a rocha, eacredita-se que o corpo principal do meteorito trespassou por completo a crosta terrestre, penetrando no ferro líquido que se encontra no núcleo planetário. Diz-se que este profundo impacto perturbou as correntes de líquido rotativo, ao ponto de ter instigado uma inversão dos polos magnéticos da Terra.

Ao longo da história, e mesmo na pré-história, a moldavita tem sido vista como um talismã espiritual. Os povos do período neolítico, na Europa de leste, já usavam a moldavita há pelo menos 25000 anos, e a famosa Vénus de Willendorf – a mais antiga estátua de uma deusa – foi descoberta na Áustria, num local de escavação que continha uma série de amuletos em moldavita.

Os cientistas classificam a Moldavita no subgrupo de vidros naturais enigmáticos chamados de tektites ou tectito (de origem meteórica). Da palavra grega tektos, que significa “fundido”, os Tektites são misturas vítreas de dióxido de silício, óxido de alumínio e outros óxidos metálicos com uma estrutura cristalina amorfa. Ao contrário de outros Tektites de todo o mundo, que são de alcatrão preto ou acastanhado, a Moldavita é translúcida com uma cor que pode ir desde o verde claro ao verde profundo e algumas têm mesmo uma cor verde acastanhado.

As Moldavitas têm uma classificação de dureza na escala Mohs de 5,5 a 6. Na sua forma pura, possuem uma superfície ondulada e por vezes espinhosa distinta de todas as outras pedras/cristais existentes. É a única teckite adequada para cortar e facetar como uma gema, mas em geral apresentará inclusões de bolhas de gás e outras matérias dentro da pedra.

A pedra preciosa Moldavita é encontrada perto do rio Vltava, na República Checa. O nome Checo para esta jóia verde é Vltavín, deriva da sua existência na proximidade do rio Vltava. A língua alemã refere-se a este rio como rio Moldau, daí o termo “Moldavite ou Moldavita“.

Moldavita é a única Tektite com qualidade de pedra preciosa, o que a distingue como única perante todas as outras gemas. É procurada pela sua singularidade e raridade, que se manifesta numa variedade considerável de tamanhos, formas, texturas e tons de verde. É provavelmente a gema mais rara do planeta.